jusbrasil.com.br
18 de Agosto de 2017

10 motivos para buscar uma mediação

Conheça as vantagens da mediação de conflitos.

Flávio de Freitas Gouvêa Neto, Advogado
há 2 meses

10 motivos para buscar uma mediao

A mediação é uma ótima forma de tratar os nossos conflitos e buscar uma solução amigável para os problemas. Pode-se optar pela mediação em um divórcio, na divisão de bens de uma herança, em uma disputa entre sócios, relacionados a um contrato, no contexto empresarial e organizacional. Em comparação aos outros processos de solução de conflitos existentes, a mediação apresenta as seguintes vantagens:

1 – Rapidez

A mediação é um método ágil e simples que permite reduzir o tempo no tratamento da disputa já que sua duração pode ser muito mais breve que um processo judicial ou arbitral. Em poucas horas de sessões é possível alcançar um resultado. Ela também reduz o tempo de incerteza quanto à resolução do conflito, fator muito positivo em qualquer disputa e que reduz o custo emocional do conflito.

2 – Economia

Através da mediação também se pode economizar recursos econômicos, tanto para as partes que podem economizar com custas e taxa judiciais, quanto para o Estado que não necessita custear um processo quando as pessoas podem resolver a disputa de uma forma amigável e extrajudicial. Com isso, os recursos disponíveis podem ser aplicados de uma forma eficiente e até mesmo para ajudar na solução do problema. Os advogados também podem ajudar os seus clientes economizarem incorporando a mediação na sua rotina de trabalho e oferta de serviços.

3 – Liberdade para decidir

É um processo que conta com a participação direta e ativa das pessoas na solução do conflito. Na mediação as partes têm o controle sobre o resultado do processo. O ambiente colaborativo reduz o estresse vinculado à essa falta de controle. Isto supõe menos custos emocionais, pois as pessoas são as verdadeiras protagonistas na gestão do seu conflito, podendo intervir quantas vezes acharem conviniente e expressar todas as suas preocupações e interesses relacionados com a questão.

4 – Confidencialidade

Outra característica muito atrativa é o seu caráter confidencial e sigiloso. Isto faz com que o conflito e os temas tratados fiquem adscritos às partes e que o conteúdo da disputa não transcenda o processo de mediação, mantendo a privacidade que muitos assuntos pessoais, profissionais e empresariais necessitam. Os assuntos tratados na mediação não podem ser revelados à terceiros e nem eventualmente utilizados em um processo judicial.

5 – Possibilita soluções amplas e criativas

Na mediação é possível que as partes tratem sobre todos os temas que podem ter relação com a solução do problema. Por levar em conta todos os interesses e necessidades que muitas vezes não são revelados em um processo judicial ou arbitral, as soluções alcançadas em uma mediação podem ser consideradas mais amplas e criativas. O resultado obtido se adequa melhor à realidade das pessoas envolvidas e ajuda na resolução do conflito real.

6 – Aumenta a responsabilidade e a satisfação das partes

Por contar com a participação ativa das partes na busca de uma solução e o acordo ser fruto da vontade das pessoas, a probabilidade de cumprimento voluntário das obrigações assumidas é muito maior. Por isso, a mediação aumenta a responsabilidade das partes quanto ao cumprimento das obrigações acordadas. Da mesma forma, a satisfação do usuário da mediação é muito maior do que em outros métodos nos quais terceiros decidem por elas.

7 – Favorece o fortalecimento das relações interpessoais

Sendo um espaço para o diálogo, a mediação ajuda a fomentar a empatia e a ajuda na reaproximação das pessoas em conflito. Com o auxílio do mediador, as pessoas conseguem restabelecer uma comunicação eficaz e a confiança necessária para um bom relacionamento. Isto é muito importante quando existe a necessidade de manutenção da relação, como por exemplo, em casos de divórcio com filhos, partilha de bens familiares, em empresas familiares, empresas parceiras, sociedades empresariais, colegas de trabalho, etc.

8 – Flexibilidade e informalidade

Em um processo de mediação, as partes tem muito mais liberdade pois não estão sujeitas à muitas formalidade. A flexibilidade do procedimento também permite ajusta-lo às características do conflito e ser usado em diferentes contextos. É possível desenhar um procedimento de mediação de acordo com as necessidades, objetivos propostos e desejados pelas partes.

9 – Tem um caráter educativo

A mediação também é um espaço onde as pessoas podem trocar informações e descobrir as alternativas que possuem para resolver os seus problemas. Cabe ao mediador criar um ambiente propício para isso e um dos seus papeis é justamente ensinar as partes como se soluciona um conflito através do diálogo e da comunicação. Todos que participam de uma mediação podem aprender a gerir melhor os seus conflitos interpessoais e negociar de uma forma mais eficaz em outras oportunidades.

10 – Facilita o acesso à justiça

Ela possibilita ao cidadão ter acesso à um processo de resolução de conflitos simples e fácil de ser compreendido por um leigo sem formação jurídica. A possibilidade de contar com o apoio de advogados e assistentes técnicos durante o procedimento também ajuda na obtenção de uma solução justa que respeite os direitos e os interesses de todos envolvidos na disputa.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)